segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Vladimir de Jesus pede demissão do São Raimundo; Pantera Já Tem Novo Treinador

Vladmir em entrevista para a Band. 

O técnico Vladimir de Jesus entregou o cargo e não é mais o comandante da equipe profissional do Pantera. A informação foi confirmada na manhã desta segunda-feira (4).

Para o lugar dele, a direção fechou a contratação de Everton Goiano, que estava no comando do Vitória da Conquista, na Bahia, mas pediu desligamento no último domingo (3). O treinador deixou a equipe na lanterna do Campeonato Baiano, com apenas um ponto conquistado em três partidas.


Everton Antunes Benevides tem 53 anos e é natural de Goiânia. Ele já comandou o São Raimundo em 2016, fazendo uma boa campanha no returno do Campeonato Paraense e garantindo vagas na Série D do Brasileiro de 2016 e 2017.

Fonte: GloboEsporte https://globoesporte.globo.com

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Maurício Nascimento assume a direção da SESPA em Altamira

Mauricio Nascimento, Vereador Maquinho e Governador Helder Barbalho. 


O chefe da Casa Civil da governadoria do Estado, Parsifal de Jesus Pontes, assinou portaria 583 2019, no último dia 18, nomeando Mauricio Miranda do Nascimento para o cargo em comissão de diretor do centro regional da SESPA, no município de Altamira.
Jovem de 31 anos, filho do vereador Marquinhos Nascimento Formado em Direito e pós-graduado em Direito Público, com ênfase em gestão pública, Maurício Nascimento é indicação de seu pai Marcos Nascimento e do deputado federal José Priante e possui ligação estreita com o governador Helder Barbalho.
Novo diretor da SESPA em Altamira Mauricio Nascimento em entrevista ao canal Band. 

Maurício, que já passou por órgãos como Arcon e SEDAP, pretende fazer um excelente trabalho como titular da SESPA.
Hoje pela manhã o novo diretor esteve na sede da SESPA, onde recebeu a chave do órgão e conheceu os funcionários.
Mauricio sendo recepcionado pelos funcionários. 

A Secretaria de Estado da Saúde do Pará (SESPA) executa a Política Estadual de Saúde a partir dos princípios, diretrizes e competências designadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).  Sendo assim, em nível estadual, atua na orientação às Secretarias Municipais de Saúde quanto ao planejamento, acompanhamento e avaliação das ações de saúde, no sentido de assegurar a prevenção, recuperação e promoção da saúde pública. Para isso, conta com as Diretorias Administrativa e Financeira, Vigilância em Saúde, Políticas de Atenção Integral à Saúde, Gestão do Trabalho e Educação na Saúde e Desenvolvimento e Auditoria dos Serviços de Saúde.
Fonte: RG 15/O Impacto e HC/ sespa.com

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Partida entre Remo e Tapajós é adiada até que laudo do Mangueirão seja concluído



Decisão é tomada em conjunto por Governo do Estado, Federação Paraense de Futebol e Remo em razão de queda de parte do teto do estádio. Venda de ingressos também é suspensa


O jogo entre Remo e Tapajós está adiado. A decisão foi tomada em conjunto por Governo do Estado, órgãos de segurança pública, Federação Paraense de Futebol (FPF) e Clube do Remo, que é o mandante da partida, em razão da queda de parte do teto do estádio. O duelo estava previsto para o próximo dia 20, pela primeira rodada do Campeonato Paraense. A nova data será definida pela FPF. Os demais jogos da rodada estão mantidos.
O Remo se pronunciou em uma rede social para explicar que a medida foi tomada de olho na segurança dos torcedores. A queda de parte do reboco do Lado A do estádio aconteceu na última segunda-feira e danificou alguns assentos das arquibancadas. O local estava vazio no momento do incidente e nenhuma pessoa se feriu.

Na manhã desta quarta-feira o Mangueirão recebeu a visita de uma delegação do Corpo de Bombeiros e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará (Crea-PA), para avaliar os danos. Durante a tarde, foi a vez de uma comitiva formada pelo governador Helder Barbalho; o titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL), Arlindo Silva; e o diretor de segurança da FPF, Coronel Cláudio Santos.
Ficou decidido que o duelo está adiado até a que seja concluído um laudo de análise estrutural do Mangueirão, cujo prazo máximo é de dez dias. Enquanto isso, o Remo suspendeu a venda de ingressos para a partida, mas informou que os bilhetes já vendidos continuarão valendo para o duelo contra o Tapajós, na nova data que será definida.

Com o Estádio do Baenão em reformas, o presidente do Remo já avisou que o clube não possui "Plano B" caso o Mangueirão fique inviabilizado para jogos. Neste momento, o único estádio da capital em condições de receber jogos do Parazão é a Curuzu, do rival Paysandu. Outra alternativa seria mandar suas partidas em algum estádio do interior.