PUBLICIDADE

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Propaganda a forma mais eficaz de mostrar ao mercado que sua empresa está forte e confiante.

Em tempos de elevada inflação, crise política e econômica e muita especulação no mercado, uma série de condutas e práticas são adotadas nas empresas para reduzir o orçamento. Em meio a esse cenário, os setores de marketing e publicidade das empresas são os primeiros a terem cortes de gastos. Mas será que vale mesmo a pena deixar de investir nessa área?

A resposta é não. Isso porque o mercado responde de forma contrária a essa lógica. Sem ou com investimento baixo, a empresa deixa de acompanhar o comportamento de seus consumidores e perde a chance de gerar novas oportunidades nas mais variadas mídias sobre seus produtos e serviços.
Em curto prazo, a redução na folha pode até trazer alguns resultados, mas futuramente, o desempenho dos negócios pode não ser como o esperado, gerando riscos para a empresa.
Por isso, a propaganda é e sempre será a forma mais eficaz de se mostrar ao mercado e dizer que sua empresa está forte e confiante.
Pense em uma loja de celular. Pensou?  Agora pense numa loja de eletrodomésticos. Pensou?  Pois é, essas duas lojas que você lembrou só surgiu na sua mente porque teve investimento em comunicação. Se a empresa quer ganhar espaço na cabeça do seu consumidor tem que investir nessa área. Em épocas de instabilidade financeira, manter-se na memória visual dos clientes é essencial para alavancar os negócios. Para isso, é preciso demonstrar criatividade para fisgá-lo. Novas ferramentas, plataformas e uma pitada de ousadia! Se ele está mais cauteloso na hora de investir, é preciso dar alternativas.




Ser criativo para ser lembrado

A publicidade on-line tem se destacado e deve superar a publicidade em TV em 2016. É um novo meio cada vez mais usado pelas pessoas, que a cada dia estão mais tempo conectadas em seus smartphones. Por isso, o marketing digital é uma grande aposta para este ano. Afinal, ele é uma propaganda de maneira rápida e o feedback é quase instantâneo. Além disso, seu custo é baixo se comparado a outros meios tradicionais, como a TV e o jornal impresso, em compensação, pode atingir um público bem maior.

MELHORES DO ANO DO OS DONOS DA BOLA