PUBLICIDADE

terça-feira, 25 de julho de 2017

Mais um Prefeito é assassinado no Sudeste do Pará

“Mamãe não quero ser prefeito pode ser que eu seja eleito e alguém pode querer me assassinar” Assim começa a musica Cowboy fora da Lei de 1987 do nosso eterno Raul Seixas, mas isso é apenas um poema em ficção inspirado no cenário do velho oeste onde prefeitos e xerifes eram homens de respeito e ao mesmo tempo corriam risco de vida pelo cargo ocupado. Então? Será que voltamos ao velho oeste ou nunca evoluímos dele? Aqui no estado do Pará parece que não!  Abandonados por um estado falido que mal alcança a região metropolitana com seu braço curto, estamos à mercê da violência. Até quando vamos ter que ver esses crimes covardes, encomendados? Hoje (25) terça-feira mais um crime encomendado pela ganancia do poder, sim! Isso tudo é a ganância pelo poder! A ganancia faz isso! Nesse momento quem mandou matar o prefeito Jones deve estar comemorando o "serviço" feito pelos pistoleiros almas sebosas. Esquecem que atrás de um político tem um pai de família, um filho, um irmão, um amigo. Quem será que está por trás de tudo isso? Quem é o mandante desse crime? Se depender dá investigação da policia civil que faz das tripas coração, sem material e sem investimento do estado, vai demorar pra sabermos...   


O prefeito de Tucuruí Jones William de 42 anos, sofreu um atentado durante a tarde desta terça-feira (25) em Tucuruí, no Sudeste paraense, por volta das 16h o gestor estava visitando um trabalho da secretaria de obras em uma operação tapa buracos próximo ao residencial Cristo Vive, quando dois homens em uma moto modelo Broz passaram e atiraram, os tiros acertaram o peito e a cabeça do prefeito, ele foi socorrido e levado para o Hospital Regional da cidade mas não resistiu e morreu. 


Uma equipe da Divisão de Homicídios da Polícia Civil foi deslocada de Belém para dar apoio nas investigações do caso.

Outros casos

Este foi o segundo caso de prefeito assassinado na região sudeste do Pará em dois meses. No dia 16 de maio Diego Kolling (PSD), prefeito da cidade de Breu Branco, que fica a 38 km de Tucuruí, foi morto enquanto andava de bicicleta na companhia de amigos em um trecho da rodovia PA-263, que liga Tucuruí a Goianésia do Pará.




Em janeiro de 2016 o prefeito de Goianésia do Pará, João Gomes da Silva (PR), o "Russo", foi morto a tiros enquanto estava dentro de um velório no centro da cidade, que fica a 98 km de Tucuruí. Ele tinha 62 anos e ocupava o cargo desde 2013 e se preparava para disputar a reeleição. 


Nesse caso graças a denúncias anônimas, a polícia chegou a prender um suspeito do crime em dezembro de 2016, o acusado é um homem identificado como Benedito Campelo, também conhecido como Agnaldo, ele foi preso em Teresina, no Piauí, acusado de executar o prefeito de Goianésia do Pará.

Agnaldo camisa verde preso em Teresina.



MELHORES DO ANO DO OS DONOS DA BOLA