quarta-feira, 20 de março de 2019

De Vitoria do Xingu para o Mundo Willyan Barbosa acerta com clube da Coreia do Sul




Brasileiro Willyan Barbosa deixa a Grécia e acerta com clube da Coreia do Sul

Meia que estava no Panetolikos assinou por duas temporadas com o Gwangju

Um dos principais nomes do Panetolikos na temporada, Willyan Barbosa deixou o futebol grego para assinar por duas temporadas com o Gwangju, da Coreia do Sul. O meia brasileiro foi apresentado pelo líder da K League 2 nesta segunda-feira e deve estrear por sua nova equipe no próximo dia 30, em confronto fora de casa com o Chunnan Dragons.

“Eu estava muito bem na Grécia, mas o futebol sul-coreano é um mercado muito interessante. O Gwangju está investindo forte para voltar à elite do campeonato nacional e a proposta foi irrecusável. Estou bastante motivado e espero ajudar o clube a alcançar esse objetivo”, declarou o meio-campista de 25 anos de idade.
 


DO PARÁ PARA O EXTERIOR

Natural de Vitória do Xingu, no Estado do Pará, Willyan da Silva Barbosa teve sua primeira experiência no futebol na Tuna Luso de Belém, aos 13 anos. Em seguida, destacou-se nas categorias de base do Leme do Rio de Janeiro, despertando o interesse do tradicional Torino em 2011.

Permaneceu na Itália por quatro anos, período em que obteve a nacionalidade do país europeu, acertando pouco depois sua transferência para Portugal, inicialmente vestindo a camisa do Beira Mar. Na temporada seguinte, foi contratado pelo Nacional, até transferir-se para o Vitória de Setúbal, em junho de 2017. Em fevereiro do ano passado, Willyan acertou com o Panetolikos, da Grécia, ficando até o início deste mês.

Fonte: Walmir Lopes

segunda-feira, 18 de março de 2019

Demitido! João Brigatti não é mais o Técnico do Paysandu



A torcida do Paysandu foi pega de surpresa na noite do último domingo, na semana do clássico diante do maior rival, Remo. O Papão anunciou a saída do técnico João Brigatti. Junto com ele também sai o auxiliar Alfredo Montesso.

A decisão foi divulgada através do site oficial do clube, que não explicou o motivo. O site do globo esporte falou com João Brigatti ainda na noite de ontem. De acordo com ele, a demissão partiu do presidente bicolor, Ricardo Gluck Paul, que alegou não perceber evolução do time no início da temporada, optando por uma mudança no comando.

A reportagem também entrou em contato com Ricardo Gluck Paul, que confirmou ter optado pela saída do treinador pelo desempenho abaixo do esperado.
João Brigatti assumiu o Paysandu em setembro do ano passado. O técnico chegou com a missão de evitar o rebaixamento na Série B. Porém, não conseguiu o objetivo, conquistando quatro vitórias, cinco empates e quatro derrotas.

Brigatti foi mantido no cargo para 2019. Com exceção das vitórias contra São Francisco e diante do Remo, o Papão não havia empolgado no Campeonato Paraense, mas está invicto até aqui: cinco vitórias e três empates. A favor do treinador estava o pouco tempo de preparação para a competição - o Paysandu foi o último clube a iniciar os treinos para o Parazão -, e a reformulação do elenco para esta temporada. O Lobo está praticamente classificado às semifinais do Estadual, com 18 pontos, na liderança do Grupo A2.

Antes de ser demitido, João Brigatti comandou o Paysandu no empate em 1 a 1 com o Castanhal. Agora o time, por enquanto sem um nome definido para ocupar o cargo, irá se preparar para o Re-Pa do próximo domingo, a partir das 16h, no Mangueirão.