quarta-feira, 15 de abril de 2020

FPF convoca nova reunião para definir o futuro do Campeonato Paraense 2020




A Federação Paraense de Futebol (FPF) convocou uma nova reunião, por videoconferência, com os representantes dos dez clubes que participam do Parazão 2020. O encontro, que será um conselho técnico, está marcado para as 16h da próxima sexta-feira (17), com a pauta tendo a finalidade de propor alterações e encaminhar propostas para o regulamento da competição estadual, que está paralisada desde o término da oitava rodada, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Na última reunião entre a FPF e os clubes, não houve consenso e nada foi definido quanto ao futuro do Campeonato Paraense. Algumas propostas foram debatidas, como a do Paysandu Sport Club, que através de seu presidente Ricardo Gluck Paul, sugeriu a ideia de encerrar o Parazão com o Papão ficando com o título de campeão, seguir a tabela como parou e não ter nenhum clube rebaixado para a Segundinha, mas os termos do Paysandu não foram aceitos por unanimidade, logo, o regulamento não foi alterado e a proposta descartada.
A diretoria do Tapajós Futebol Clube, o chamado Boto da Amazônia, sugeriu um novo calendário para que se conclua a competição estadual. O presidente do clube de Santarém, Sandeclei Monte, é a favor de encerrar a disputa em dezembro deste ano, logo após o término do Campeonato Brasileiro, no qual quatro times paraenses participam: Remo e Paysandu (Série C); Bragantino e Independente (Série D).
“O Tapajós formulou uma proposta e encaminhou para a Federação Paraense de Futebol que achou muito boa, alguns clubes também já aprovaram. Somente o Paysandu e o Paragominas ainda ficaram um pouco em dúvida. A FPF gostou da ideia e já encaminhou para a CBF. Espero que aceitem. É uma ideia para terminar esse campeonato, pois fora isso não tem outra solução,” afirmou o presidente do Tapajós.
A proposta do Tapajós foi bem aceita pelo presidente do Clube do Remo, Fábio Bentes, que é a favor de continuar o Campeonato Paraense em outra data, sendo que o mandatário azulino toparia até concluir o estadual desse ano, na outra temporada. Segundo Fábio, se não for possível um retorno da competição, não descarta a ideia de encerrar o campeonato sem declarar time campeão.
“Temos que pensar sim em todas as possibilidades, inclusive não descarto dar por encerrado o campeonato, mas sem proclamar campeão. Tem uma proposta do Tapajós, que foi colocada, em que dizia que o campeonato poderia ser terminado no final do ano, em dezembro, já emendando em seguida, a partir de janeiro, com a competição de 2021. Para isso, não se teria rebaixamento e entrariam mais duas equipes da Segundinha. Achei interessante; é uma proposta que está na mesa sendo discutida por vários clubes,” disse Fábio Bentes.
Fonte: Zedudu.com / Por Fábio Relvas / Foto: Elielson Modesto