terça-feira, 3 de março de 2020

CBF muda formato da Série C: sai mata-mata e entram quadrangulares

Em reunião com representantes dos 20 times da Série C, competição definiu novo formato de disputa, com quadrangulares em fase decisiva



Nesta segunda-feira, representantes dos 20 clubes que disputam a Série C do Campeonato Brasileiro se reuniram na sede da CBF para o conselho técnico da competição. Durante o encontro, os clubes aprovaram um novo formato de disputa para o campeonato, que inclui uma mudança em suas fases decisivas. Não haverá mais confrontos de quartas e semifinais, que serão substituídas por dois quadrangulares.

A proposta foi apresentada por Constantino Júnior, presidente do Santa Cruz, como porta-voz e contou com a manifestação favorável da maioria dos clubes presentes. O presidente do Tricolor Coral também foi eleito para a Comissão Nacional de Clubes e irá compor a mesa em 2020 ao lado do representantes da Série A (Sérgio Sette Câmara, do Atlético-MG, Guilherme Bellintani, do Bahia, Mário Bittencourt, do Fluminense, Romildo Bolzan, do Grêmio, e Maurício Galiotte, do Palmeiras), da B (Francisco Batistotti, do Avaí, e Leonardo Oliveira, do Paraná) e um representante da D a ser indicado.
Ainda foram definidos outros detalhes da competição durante o conselho técnico. A Série C segue o mesmo critério das Séries A e B e passará a vetar a venda de mando de campo a partir de 2020. O mesmo acontece com o limite de jogadores. Um grupo de no máximo 40 atletas poderá ser inscrito até o dia 29 de julho, com oito substituições possíveis até o dia 19 de agosto (anterior à 15ª rodada).
Houve mudança também na questão logística da competição. O torneio, que tem a estrutura de transporte e viagens bancada pela CBF, tinha viagens de avião para os times em deslocamentos com a partir de 700 km de distância. Agora, o limite para viagens de ônibus diminuiu para 500 km, como proposto pela CBF e aprovado pelos clubes.
A primeira rodada do torneio nacional será disputada entre os dias 2 e 3 de maio, com dez confrontos. Serão dois grupos com dez times cada, que se enfrentam dentro do próprio grupo na primeira fase.
A abertura da Série C terá os seguintes confrontos:
Grupo A
Paysandu x Santa Cruz
Treze x Imperatriz
Manaus x Vila Nova
Ferroviário x Botafogo-PB
Jacuipense x Remo
Grupo B
São José-RS x São Bento
Brusque x Ypiranga
Ituano x Tombense
Boa Esporte x Volta Redonda
Londrina x Criciúma
A mudança no regulamento fica por conta da segunda fase. Nos anos anteriores, os clubes se enfrentavam em confrontos eliminatórios de quartas de final, que valiam o acesso e a classificação para as semis. A partir de 2020, o desempenho na primeira fase vale vaga em dois quadrangulares. O chaveamento envolve os quatro melhores colocados de cada grupo e se dá de forma alternada. De um lado, o 1º colocado do grupo A, o 2º colocado do grupo B, o 3º colocado do grupo A e o 4º colocado do grupo B. Do outro, o 1º colocado do grupo B, 2º colocado do grupo A, o 3º colocado do grupo B e o 4º colocado do grupo A. Os dois melhores de cada grupo conquistam o acesso à Série B no ano seguinte. Os vencedores de cada grupo se classificam para a final.
Grupo A:
Botafogo-PB
Ferroviário
Imperatriz
Jacuipense
Manaus
Paysandu
Remo
Santa Cruz
Treze
Vila Nova
Grupo B:
Boa Esporte
Brusque
Criciúma
Ituano
Londrina
São Bento
São José-RS
Tombense
Volta Redonda
Ypiranga
Segunda-fase

Grupo 1
1º do B
2º do A
3º do B
4º do A
Grupo 2
1º do A
2º do B
3º do A
4º do B